Por que é bom caminhar

MILHÕES de pessoas são da opinião que, para sentirem os benefícios saudáveis do exercício, precisam ser membros de um clube e se exercitarem por horas a fio. Mas não é bem assim. O Dr. Russell Pate, da Universidade da Carolina do Sul, nos EUA, disse: “Acho que temos de oficializar a ideia de que é aconselhável, depois do jantar, dar uma boa caminhada tranquila, em volta do quarteirão.”

Mas será que caminhar faz tão bem assim? Os benefícios para a saúde compensam?

Caminhar é um remédio e tanto

Hipócrates, médico grego, encarava o caminhar como “o melhor remédio para o homem”. Aliás, há um ditado que confirma isso: “Tenho dois médicos: a perna esquerda e a perna direita.” Mas será que andar é tão saudável assim?

Bem, alguns estudos sugerem que as pessoas que têm por hábito caminhar têm menos probabilidade de desenvolver doenças do que as sedentárias. Mostram também que caminhar reduz o risco de doenças cardíacas e de derrame. Previne contra o diabetes, visto que intensifica a utilização da insulina pelo organismo. Fortalece os ossos, protegendo contra a osteoporose. Aumenta o vigor, a flexibilidade e a resistência. Ajuda a perder e a manter o peso. Melhora a qualidade do sono, aguça a mente e pode até ajudar a combater a depressão.

Informa-se que, segundo uma pesquisa feita há alguns anos na Universidade do Sul da Califórnia, caminhadas de 15 minutos aliviam mais a ansiedade e a tensão do que um tranquilizante suave. Assim como outras atividades físicas, caminhar desencadeia a liberação de endorfinas, substâncias químicas do cérebro que aliviam a dor e induzem ao relaxamento, produzindo uma sensação de tranqüilidade e bem-estar.

Segundo o jornal canadense The Medical Post, até mesmo andar devagar é bom para a saúde. Uma matéria publicada na The New England Journal of Medicine revelou que caminhadas diárias de apenas 800 metros nos fazem viver por mais tempo. Estudos recentes sugerem que caminhar três vezes ao dia durante 10 minutos faz tão bem quanto 30 minutos seguidos. Tendo isso em mente, estacione o carro um pouco mais longe e ande! Ou dê uma mini caminhada por dia.

Caminhar rápido traz maiores benefícios. O Dr. Carl Caspersen, dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças, em Atlanta, Geórgia, EUA, confirma isso: “Passar do sedentarismo para caminhadas de meia hora em ritmo acelerado, várias vezes por semana, pode reduzir drasticamente o risco [de doenças].” E a vantagem da caminhada é que pode ser praticada por pessoas de todas as idades, em quase qualquer condição de saúde. Além do mais, não exige treino especializado, nem ser atleta — apenas um bom calçado.

O prazer de uma boa caminhada

Use roupas soltas e confortáveis. No frio, várias malhas sobrepostas dão mais versatilidade e podem ser facilmente tiradas. Use calçados leves, de solado flexível, salto baixo com sistema de amortecimento no calcanhar e amplo espaço para os dedos do pé. É bom que sejam um pouco maior do que os seus sapatos sociais. Se você pretende andar mais de meia hora e não houver bebedouro no caminho, leve junto uma garrafinha de água. Comece a caminhada com cinco minutos de aquecimento, andando em passo lento. Mantenha a coluna ereta, os cotovelos e joelhos ligeiramente flexionados, os braços relaxados, sem cerrar os punhos.

Após o aquecimento, comece a caminhar num ritmo normal, dando passos rápidos e tocando o chão primeiro com o calcanhar; em seguida, toda a planta do pé vai pisando o solo e, por último, os dedos do pé se apoiam no chão. Para isso é preciso que os calçados tenham solado flexível. Acha que são muitos detalhes para se lembrar? Calma. A maioria das pessoas costuma andar assim naturalmente. Caminhe num ritmo que permita conversar sem ficar ofegante. Se estiver iniciando um programa de caminhada, aumente aos poucos o tempo, a distância percorrida e a velocidade. Quando estiver terminando a caminhada, diminua o ritmo para que o corpo esfrie.*

Esforço físico provoca aumento na freqüência cardíaca e respiratória, bem como transpiração suave a moderada, mas isso é normal. É possível que nos primeiros dias sinta dores musculares ou até fique todo dolorido. Preste atenção a como o seu corpo reage à caminhada. Se sentir que está indo além de seus limites, diminua o ritmo ou faça uma pequena pausa. Mas, se os sintomas forem aperto ou dor no peito, palpitação, extrema falta de ar, tontura, ou enjoo, pare de andar imediatamente e procure ajuda.*

Visto que a caminhada é um exercício de baixo impacto, ela tem grandes vantagens sobre atividades físicas como corrida e aeróbica. Conseqüentemente, há menos riscos de lesões articulares e musculares. Com certeza, caminhar é a atividade número um recomendada pelos especialistas da área de aptidão física. Então, pensando no seu bem-estar, dê uma caminhada!

Se o objetivo da caminhada for queimar calorias, em vez de cobrir um quilômetro em doze minutos, passe a fazê-lo em nove minutos e queimará mais 30% de calorias por minuto. E se percorrer a mesma distância em sete minutos, queimará mais 50% de calorias por minuto. A maioria das pessoas que caminha para ficar em forma cobre um quilômetro entre sete a nove minutos.

É aconselhável consultar um médico antes de iniciar um programa de condicionamento físico, especialmente se você sofre de doenças cardíacas, hipertensão ou outros problemas de saúde.

CAMINHADAS — CERTO E ERRADO

● Caminhe com a coluna ereta, queixo para cima (paralelo ao chão), olhando seis metros para a frente

● Mantenha um ritmo moderado. Não é preciso andar rápido a ponto de ficar sem fôlego e não conseguir conversar normalmente

● Não dê passos muito grandes. Para aumentar a velocidade, aumente a intensidade de passadas mais curtas

● Movimente os braços para frente e para trás, com os cotovelos próximos ao corpo. Evite balançar os braços de um lado para outro

● Não pise com toda a planta do pé. Primeiro o calcanhar, depois o resto da planta do pé vai pisando o solo e, por último, os dedos tocam o chão

● Não há necessidade de carregar pesos. Eles tiram a naturalidade dos movimentos do corpo ao caminhar e podem forçar os ligamentos e tendões.


FONTE: https://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/102004129#h=1:0-25:140

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Faça parte da nossa lista de emails

Nunca perca uma atualização