Covid-19 pode acelerar doença de Alzheimer, aponta estudo

Vírus estaria relacionado ao aumento nos biomarcadores da doença no sangue.

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Nova Iorque apontou que pacientes recuperados da Covid-19 podem apresentar sinais de Alzheimer. Isto porque a infecção pelo novo coronavírus estaria relacionada ao aumento nos biomarcadores da doença degenerativa no sangue.

A pesquisa foi apresentada em 29/072021 na Conferência Internacional da Associação de Alzheimer. As informações são do Correio Braziliense.

Para o estudo, foram coletados amostra de plasma de 310 pessoas idosas infectadas com a Covid-19 que deram entrada no hospital universitário. Dentre esses pacientes, 158 apresentavam sintomas neurológicos; 152, não.

Biomarcadores ou marcadores biológicos são substâncias que, no sangue, podem indicar a presença de uma doença.

Segundo aponta a pesquisa, pacientes que, antes da Covid-19, eram cognitivamente normais e que, após a doença, relataram sintomas neurológicos apresentaram maiores níveis de biomarcadores de Alzheimer quando comparados a pessoas que não relataram sintomas cerebrais.

"Essas descobertas sugerem que os pacientes que tiveram Covid-19 podem ter uma aceleração dos sintomas e patologia relacionados ao Alzheimer. No entanto, mais pesquisas longitudinais são necessárias para estudar como esses biomarcadores impactam a cognição em indivíduos que tiveram Covid-19" explicou o neurologista Thomas Wisniewski.


Fonte: https://pleno.news/saude/coronavirus/covid-19-pode-acelerar-doenca-de-alzheimer-aponta-estudo.html

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Faça parte da nossa lista de emails

Nunca perca uma atualização