A concha do caracol ­ŁÖâ­ŁÖ×­ŁÖú­ŁÖÜ­ŁÖľ ­ŁÖŚ­ŁÖž­ŁÖľ­ŁÖĘ­ŁÖ×­ŁÖí­ŁÖ×­ŁÖľ­ŁÖú­ŁÖľ

Muitos animais marinhos s├úo bioluminescentes, ou seja, t├¬m a capacidade de produzir luz. O caracol Hinea brasiliana usa essa habilidade de um modo ├║nico. Quando amea├žado por um caranguejo, ele entra em sua concha e produz uma luz oscilante que espanta o predador. Mas como a luz atravessa a concha?

Longe de┬áser um┬áobst├ículo, a concha desse molusco difunde a luz. Dimitri Deheyn e Nerida Wilson, cientistas do Instituto de Oceanografia Scripps em San Diego, Calif├│rnia, EUA, constataram que a luz┬áproduzida pelo caracol ├ę espalhada de┬ámodo uniforme por toda a concha, e a┬áconcha difunde a luz dez vezes melhor que um difusor comercial da mesma espessura (0,5┬ámm). Ao mesmo tempo, a┬áconcha consegue projetar essa luz no ambiente ao seu redor com oito vezes mais efici├¬ncia que difusores artificiais. Surpreendentemente, essa capacidade incr├şvel de difundir ou transmitir luz n├úo ├ę┬áencontrada nas conchas de esp├ęcies bem pr├│ximas de carac├│is marinhos n├úo bioluminescentes. ├ë interessante que essa luz┬á├ę da cor que mais se propaga pela ├ígua do mar.

O Dr.┬áDeheyn disse que estudar esse caracol ÔÇťpode ajudar a fabricar materiais com melhor desempenho ├│pticoÔÇŁ. Acredita-se que a biofot├┤nica ÔÇö┬á├írea que usa a┬áluz para an├ílises e tratamentos m├ędicos┬áÔÇö tamb├ęm ser├í beneficiada por essa pesquisa. Hoje, nesta ├ępoca em que diodos emissores de luz s├úo t├úo comuns, difusores capazes de amplificar com mais efici├¬ncia pequenas fontes de luz sem d├║vida contribuir├úo para economizar energia.

O que voc├¬ acha? Ser├í que a concha do caracol Hinea brasiliana ├ę resultado da evolu├ž├úo? Ou teve um projeto?


FONTE:https://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/102012210#h=1:0-12:130

4 visualiza├ž├Áes0 coment├írio

Fa├ža parte da nossa lista de emails

Nunca perca uma atualiza├ž├úo